Leia aqui as postagens de meu blog:

Buscar
  • Poeta Perdido

O descontento e o prazer de sentir falta

Atualizado: Fev 23

Texto escrito em 2016.


Sinto falta. Falta de conhecimento. Falta de importância. Falta de reconhecimento. Sinto fazer falta. Não contribuo para alguém. Escrevo palavras irreconhecíveis. Rimas já não rimam. Pausas já não pausam. Reflexões já não funcionam. O que me nutria por dentro nutri por fora, e já é suficiente. Não sei porque escrevo se não há quem leia, e não falo. Sempre, e não menos do que isso, falar me deixa fraco, quando queria eu que me deixasse destacado. Não sei o que houve, mas de um instante ligeiro passei a ser desinteligente, sofro tentando não ser.

Se há alguém lendo, e eu não sei se tem, agradeço incansavelmente, eu verdadeiramente lhe amo. Amo sua vontade, sua má vontade. Amo sua coragem, amo. Pois é, sinto sua falta. Sinto falta de quem me compreende, entende, decifra. Sinto falta de quem me desafia, de quem me evolua, me ame, ame minha má vontade. Quando você ler outra escrita minha, e peço que leia, pense nisso... sinto sua falta. Talvez a psicologia me entenda, mas eu não a conheço. Talvez você me entenda, e talvez eu te conheça. Se não, saiba que sinto sua falta. Se sim, saiba que sinto minha falta a você. Melancolias e mais melancolias. Choros e mais choros, romances.

Provavelmente eu seja mais emotivo do que lógico, e escrevo cada palavra no valor de uma lágrima que cai. Provavelmente sou mais triste do que o normal. Provavelmente sou mais sábio do que deveria ser. É provável, que eu seja um pequeno filósofo. Filosofia é a pergunta para os sábios, e a resposta para os tolos. Talvez eu seja tolo, ou um perguntador nato. O que vale não é mais o que valia antes, e na verdade, já não sei o que é valor. Sinto falta de valores, de fatos que não sei de verdade. Sinto falta de aprender algo novo, de me apaixonar por um novo alguém. Sinto falta de mim. Mas sob tudo isso, ao menos eu tenho o prazer de sentir falta.

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo