Leia aqui as postagens de meu blog:

Buscar
  • Poeta Perdido

Eu, na minha ingenuidade plena penso:

Atualizado: Fev 23

Texto escrito em 2017.


Cada um tem seu poder. Cada um pode escolher o que pressente como melhor para si. E tudo isso não cabe a ninguém por discordar. Mas sinto em mim a obrigação de falar. Deixe disso rapaz. Deixe de pensar no quão poderá ser grandioso o pensamento do outro na sua vida se fizer este ou tal aquilo.

Deixe de pensar segundo os outros. Sua gratidão não convém ao estilo de querer alheio. Se está em dívida com ele, pague-o. Mas sua opinião não depende de nada disso. Você está em uma geração de pensadores menina. Acha que sua opinião vale algo? Acha que alguém se importa? Largue disso. Paremo-nos de ser emissores para ser receptores. Mesmo que por um cubículo de tempo.

Acredite em mim, espalhar o que pensa não é solução. O mundo consiste em pessoas que só se importa a dar? Falar, resolver, dispor. Não é necessário tanto. E olhe só. Estou falando isto fazendo exatamente o contrário.

Só me interesso se você entendeu isso: “Sobre sua vida pessoal não se importe com a opinião alheia. Sobre a vida alheia não as importe com sua vida pessoal. ”

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo